Implication de la communauté

SUS30

 

Como parte integrante de várias comunidades locais, temos o poder de influenciar positivamente a vida das pessoas que as constituem, não só pela empregabilidade, mas também pelas relações que estabelecemos, ao longo da cadeia de valor, e pelos programas de responsabilidade social e ambiental que desenvolvemos.

Em 2024, lançámos a nossa Política de Responsabilidade Social Externa com o objetivo de aumentar a criação de valor e progresso económico e social nos territórios onde desenvolvemos a nossa atividade, designadamente, em Portugal e em África. Este passo, enquadrado na nossa Agenda de Sustentabilidade 2030, irá permitir-nos estar ainda mais próximos das nossas comunidades e reforçar o desenvolvimento de iniciativas alinhadas com o propósito e estratégia da SUMOL+COMPAL e das nossas marcas.

Para aumentar o impacto positivo nas comunidades onde operamos, definimos três eixos de intervenção prioritários.

 

Eixos de Intervenção Prioritários

Nutrição e Bem Estar
NUTRIÇÃO, HIDRATAÇÃO E BEM ESTAR

Promover o acesso a uma alimentação equilibrada e estilos de vida saudáveis 

 

 

Criámos o Programa de Donativos da SUMOL+COMPAL com o objetivo de contribuir para a melhoria da qualidade de vida das comunidades locais, através da doação de produtos alimentares das nossas marcas e suas representadas. Esta iniciativa apoia anualmente mais de 250 entidades nacionais permitindo, ainda, evitar o desperdício alimentar ao canalizar produtos com data mais próxima do fim da validade, mas totalmente aptos para consumo, para associações localizadas nas áreas de influência das nossas instalações.

Educação
EDUCAÇÃO

Promover o desenvolvimento de competências e a igualdade de oportunidades

 

 

Procuramos intervir nas comunidades locais através do investimento na formação e no fortalecimento de parcerias com a comunidade escolar. Os projetos Nutrição Positiva, dirigido a estudantes universitários de nutrição de várias universidades portuguesas, e a parceria com a FICASE, que apoia crianças em situação de maior vulnerabilidade em Cabo Verde, são iniciativas educativas onde procuramos promover a literacia em nutrição e a promoção de hábitos de vida mais saudáveis.

inclusão
INCLUSÃO

Promover comunidades mais inclusivas através da valorização da diversidade cultural e do acesso ao emprego

 

Promovemos a inclusão nas nossas comunidades através do apoio a eventos que reproduzem a identidade e o património cultural de cada comunidade e do envolvimento das nossas Pessoas em ações em parceria com associações locais. 

A SUMOL+COMPAL pretende com a presente Política de Responsabilidade Social Externa estabelecer um conjunto de compromissos que ambicionam reforçar o seu contributo para a criação de valor e progresso económico e social nos territórios onde desenvolve a sua atividade, designadamente em Portugal e em África. 

Esta política promove a coexistência de iniciativas alinhadas com o propósito e estratégia da SUMOL+COMPAL e das marcas, e privilegia práticas integradas, consistentes no tempo e com resultados de win-win.

Os nossos Compromissos

Compromissos
  • Definir objetivos e metas de responsabilidade social externa e promover as ações necessárias à sua prossecução, através de uma conduta ética e transparente;
  • Estabelecer parcerias com diferentes agentes nos territórios que contribuam para a melhoria contínua das práticas organizacionais no âmbito da responsabilidade social externa;
  • Envolver os seus parceiros na sua estratégia de responsabilidade social externa e contribuir para a sua respetiva sensibilização e capacitação nestes domínios;
  • Promover o desenvolvimento das comunidades locais em que a SUMOL+COMPAL opera, em Portugal e em África, através de ações de investimento social, que privilegiem sobretudo três eixos de intervenção, designadamente, a nutrição, hidratação e bem-estar, a educação e a inclusão;
  • Sensibilizar os colaboradores para os compromissos da sustentabilidade social da SUMOL+COMPAL e envolvê-lo na sua concretização e identificação de soluções que melhorem a atuação da empresa;
  •  Gerir os riscos e as oportunidades associados ao pilar da dimensão social, nomeadamente os que se relacionam com a responsabilidade social externa;
  • Promover o diálogo e consultas regulares com as suas partes interessadas, com o objetivo de conhecer as suas expetativas, perceções e avaliações e incorporar, sempre que possível, estes contributos na tomada de decisão;
  • Comunicar de forma ética, regular e transparente as informações sobre os resultados e impactes da sua atividade a todas as partes interessadas.